Breaking News
recent

Neto responde a Rui: "não estou preocupado com eleição"

Por Henrique Brinco
O prefeito ACM Neto (DEM) minimizou declarações do governador Rui Costa (PT), que se colocou oficialmente como candidato à reeleição em entrevista à rádio Metrópole anteontem. O gestor soteropolitano avaliou que a antecipação do adversário talvez seja movida por uma “preocupação com a eleição”.  “É mais do que natural que o governador se coloque nesse sentido, que ele é candidato. Seria surpreendente se ele dissesse que não iria disputar sua própria possibilidade de reeleição, mas cada um tem o seu tempo. O meu tempo é outro. O meu tempo de tomada de decisão será em 2018. Eu agora não estou preocupado com eleição”, disse Neto ontem, durante a inauguração da Escola Municipal Fonte do Capim.
Na entrevista, Rui disse que não tem “medo” de anunciar que é candidato: "Não conheço nenhum outro candidato a governador. Só o PSOL. Eu não tenho dúvida, medo e insegurança de anunciar que sou candidato. Eu vou mostrar o trabalho que estamos fazendo".
Rui defendeu ainda as ações do governo estadual na capital baiana. “A história de Salvador nunca teve tanto investimento como teve nesse período. E quem fez foi o Governo do Estado. Quem fez a Rótula do Aeroporto? Foi o governo do estado. A Rótula do Abacaxi, Via Expressa, avenidas Gal Costa, Orlando Gomes, Pinto de Aguiar, Via Barradão em construção, a 29 de março, os viadutos do Imbuí”, listou.
Já para Neto, o movimento pode significar uma apreensão do petista com o embate cada vez mais iminente entre os dois. “Talvez o governador precise antecipar essa decisão porque ele tem alguma preocupação com o cenário político”, afirmou o prefeito. As últimas pesquisas eleitorais apontam uma ligeira vantagem do democrata em relação ao atual chefe do Palácio de Ondina.
Em entrevista à Tribuna em outubro, o prefeito havia afirmado que só vai tomar a decisão definitiva sobre a candidatura no início de 2018. "O ano de 2017 está sendo todo ele dedicado a Prefeitura de Salvador. Em 2018, no início do ano, vou consultar amigos, familiares, lideranças políticas... Vou conversar com o povo em geral, vou para a rua perguntar para as pessoas que eu não conheço o que é que elas acham. A partir daí, vou tomar minha decisão. Depois disso, vou conversar com os meus aliados, com os partidos que hoje me apoiam em Salvador. A partir dessa conversa com os partidos, haverá uma decisão definitiva, que pode acontecer entre fevereiro e abril", afirmou na ocasião.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.