Breaking News
recent

Neto acredita que governo não tem maioria para votar reforma da Previdência


Apesar de uma animação do governo Temer com os avanços nas negociações para a votação, e possível aprovação, da reforma da Previdência, o líder do Democratas na Bahia, prefeito de Salvador, ACM Neto, não acredita que o presidente tenha maioria no congresso para a aprovação da proposta.
O demista defende a reforma. “A reforma da Previdência é importante para o país e precisa acontecer. No entanto, não consigo lhe dizer se tem maioria no Congresso para aprova-la. Se olhar a lupa desse momento exclusivamente não há. Se o governo vai conseguir articular, a gente não sabe. Não faria prognósticos. Ela tem que acontecer em algum momento, mas não sei se acontecerá agora”, afirmou em entrevista ao BNews, na manhã deste sábado (11), durante a convenção do PSDB na Bahia, na capital baiana.
Sobre a legenda, que passa por momentos decisivos sobre manutenção ou desembarque do governo Temer, ACM Neto reiterou que a sigla tucana estará unida nas próximas eleições e que divergências internas são democráticas. “Eles vão estar unidos. Essas divisões internas são normais. Já vimos em todos os partidos. No meu Democratas já aconteceu. Não há partido que não tenha divisão interna. Pelo contrário, isso dá uma demonstração de uma força democrática. Não tem porque o partido impor posições. Tenho certeza que depois da convenção nacional, o partido estará totalmente unido”. 
Mas ao falar da posição do PSDB na chapa majoritária ao governo do estado, Neto tentou se esquivar mais uma vez. “Não sei, não sou vidente e nem tenho bola de cristal”. No entanto, confirmou que tem conversado com os caciques do partido. “Acho que é cedo falar da chapa de 2018, mas tenho conversado com as principais lideranças do próprio PSDB. Me reuni com  Jutahy e Imbassahy, em momentos distintos, e com Gualberto também. Acho que o momento de costurar as coisas é de janeiro em diante, e aí no momento certo vocês saber”.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.