Breaking News
recent

Rui, Neto e as pesquisas


Imagens: Pesquisa Google Imagens
Marco Wense
Os petistas estão preocupados com recentes pesquisas sobre a disputa do cobiçado Palácio de Ondina nas eleições de 2018.
Um empate técnico entre ACM Neto (DEM) e Rui Costa, com o prefeito de Salvador na frente, é conversa obrigatória no staff petista.
Esperava-se, depois do “Rui correria”, que o governador, que busca o segundo mandato (reeleição), estivesse na dianteira e com uma boa vantagem.
O alcaide soteropolitano ultrapassa o chefe do Executivo estadual na maioria dos grandes colégios eleitorais, principalmente na capital.
Em Vitória da Conquista, por exemplo, ninguém aposta em uma reviravolta de Rui, assim como em outros municípios.
Em Itabuna, o comentário entre jornalistas, radialistas e blogueiros, é que ACM Neto lidera as intenções de voto, inclusive dentro do Centro Administrativo Firmino Alves.
Vale lembrar que o prefeito Fernando Gomes, ainda sem partido, é aliado do PT. Para os demistas, FG é o maior cabo eleitoral de Neto.
A verdade é que vai ser uma disputa acirrada. E o PT sabe disso. Não à toa que deixou de tratar o processo sucessório como favas contadas.
O problema que mais atormenta o petismo, que vem tirando o sono de suas lideranças, é o sentimento de mudança que pode tomar conta da eleição.
Ou seja, Rui pode fazer um bom governo e ser derrotado pelo fato do PT já está comandando a Bahia por muito tempo. Foi o que ocorreu com Paulo Souto em relação a Jaques Wagner.
Para o azar de ACM Neto, o PT deixou de lado o desaconselhável e irresponsável “já ganhou”. Passou a entender que Neto não é um adversário qualquer.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.