Breaking News
recent

Doria dará alimento granulado feito a partir de itens perto da data de vencimento a famílias carentes

A gestão João Doria (PSDB) vai distribuir um composto para famílias em situação de carência alimentar e que procurem os equipamentos sociais da cidade de São Paulo. O produto em formato granulado será doado pela empresa Plataforma Sinergia, que fabrica o composto a partir de alimentos que estão perto da data de vencimento e fora do padrão de venda em supermercados.
A Prefeitura afirma que o produto é feito com itens de qualidade e que a medida evita o desperdício. A ação faz parte do Política Municipal de Erradicação da Fome, lançada pelo prefeito nesta semana. A distribuição será nos centros de assistência social e em cestas básicas para as famílias carentes.
Especialistas ouvidos pelo G1 divergem sobre a medida. Parte deles faz ressalvas ou mesmo critica o uso do produto em vez de alimentos tradicionais.
É o caso do nutricionista Daniel Bandoni, que é pesquisador da Unifesp e que compara o produto a uma "ração" sem sabor. "Isso descontextualiza o totalmente o caráter do que é comer. Comer é um ato que vai além de suprir nutrientes", afirma. "A gente não coloca só a comida na boca, mastiga e engole."
Ele explica que a alimentação precisa trabalhar os sentidos e que é uma prática também ligada a cultura. Para Bandoni, o uso de granulados pode afetar a autoestima da população submetida a esse tipo de alimento. Ele defende o uso apenas em casos emergenciais, quando não for possível adotar outras políticas de acesso aos alimentos.
Ainda segundo o especialista, bancos de doações de alimentos já fazem trabalhos de limpeza e corte de itens que estão por vencer e fazem a distribuição sem descaracterizar os produtos. Empresas em São Paulo já doam alimentos perto da data de vencimento. A novidade é o formato granulado.

Produtos

A empresa Plataforma Sinergia defende que o produto pode servir para fabricar alimentos, pães, snacks, bolos, massas e sopas, entre outros. O granulado será feito a partir de alimentos como batatas e bananas, segundo a empresa.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.