Breaking News
recent

Divisão do PSDB quanto à permanência na base de Temer deve continuar até dezembro

Quinta, 26 de Outubro de 2017 - 08:40


Divisão do PSDB quanto à permanência na base de Temer deve continuar até dezembro
Foto: Divulgação
A divisão do PSDB em relação à permanência do partido na base do presidente Michel Temer deve ser mantida pelo menos até dezembro. Isso porque existe a expectativa de que a convenção nacional marcada para o mês defina a estratégia da legenda. Na ocasião haverá eleição da nova Executiva Nacional e do presidente. Na votação da segunda denúncia contra Michel Temer, nesta quarta-feira (25), na Câmara, a ala crítica ao presidente levou vantagem em relação aos favoráveis ao governo (23 a 20). Os tucanos "cabeças pretas", críticos à permanência na base, ganharam apoio de três deputados que não votaram na primeira denúncia: Shéridan (RR), Pedro Vilela (AL) e Eduardo Barbosa (MG). Os governistas Ieda Crusius (RS) e Marco Tebaldi (SC) faltaram à sessão. De acordo com O Globo, Temer terá agora que administrar a pressão de líderes do Centrão pela retirada deminitros do PSDB: Aloysio Nunes (Itamaraty), Luislinda Valois (Direitos Humanos) e Bruno Araújo (Cidades). "Acho que o Temer não vai trocar os ministros, porque corre o risco de perder mais do que outros partidos podem dar", avaliou o secretário-geral do PSDB, deputado Silvio Torres (SP), que votou pela continuidade da denúncia. Durante a votação, o líder do PSDB na Câmara, Ricardo Tipoli (SP), liberou a bancada para votar como quisesse. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.