Breaking News
recent

Interrogatório de compadre de Lula abre contagem para nova sentença

Foto: André Penner / Estadão
Ex-presidente Lula
O interrogatório do advogado Roberto Teixeira, comprade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nessa terça-feira, 19, encerra a fase de instrução no processo em que o petista é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro, na compra de um terreno para o Instituto Lula e de um apartamento para a família, em São Bernardo do Campo, pela Odebrecht, e abre contagem regressiva para mais uma sentença do juiz federal Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, em Curitiba. Lula foi interrogado por Moro na quarta-feira, 13, quando cerca de 4 mil pessoas foram à Curitiba, protestar em defesa do petista. Frente a frente com Moro, ele negou crimes e disse ser vítima de uma perseguição do Ministério Públicio Federal. Teixeira será ouvido à partir das 10h. Com os interrogatórios dos réus concluídos, Moro abre prazo para as alegações finais na ação penal em que Lula é acusado pelo acerto de R$ 12,5 milhões de propinas com a Odebrecht, em benefício próprio, no esquema de corrupção na Petrobrás. O Ministério Público Federal terá dez dias para entregar ao juiz seus memoriais, em que imputa os crimes aos réus pede a condenação ou absolvição. Depois é dado prazo às defesas dos acusados de apresentarem alegações finais. Além do ex-presidente e de Teixeira, também respondem ao processo o ex-ministro Antonio Palocci (Fazenda e Casa Civil/Governos Lula e Dilma), seu ex-assessor Branislav Kontic, o empreiteiro Marcelo Odebrecht e outros três investigados. Com a confissão dos crimes de Antonio Palocci, que acusou Lula de ser responsável por um “pacto de sangue” com a Odebrecht, que disponibilizou R$ 300 milhões de propinas para abrir espaço no governo, e a delação premiada dos donos da empresa, Emílio e Marcelo Odebrecht, a condenação de Lula nesse processo é dada como certa por investigadores e advogados ligados ao processo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.