Breaking News
recent

Grupo realiza protesto contra a "cura gay", em Itabuna


Um grupo de pessoas realizaram manifestação no início da noite desta segunda-feira (25), por volta das 18h, na Avenida Cinquentenário, centro de Itabuna.

De acordo com informações, o protesto foi contra a liminar de um juiz do Distrito Federal que autoriza os psicólogos a oferecerem tratamentos de "reversão sexual", a chamada "cura gay".

A decisão do juiz provocou polêmica em todo o Brasil e mobilizou as redes sociais. Em Itabuna, o protesto foi realizado com cartazes com dizeres "Eu não preciso de cura. Preciso de respeito!"

O protesto obstruiu o trânsito na Avenida por alguns instantes e provocou a indignação de alguns motoristas que transitavam no local.

Homossexualidade no Brasil

Há quase 30 anos a Organização Mundial de Saúde reconheceu que homossexualidade não é doença. No Brasil, desde 1999, o Conselho Federal de Psicologia diz que psicólogos não podem tratar a cura da homossexualidade.

Porém uma liminar do juiz federal Waldemar Claudio de Carvalho determinou que o Conselho Federal não pode impedir psicólogos de promoverem estudos ou atendimento profissional sobre a reorientação sexual.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.