Breaking News
recent

Ele deve herdar a popularidade de Temer, ironiza Gualberto sobre possível ida de Imbassahy para o PMDB




O ministro de Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy deve deixar o PSDB nos próximos dias. Eleito deputado federal por duas vezes e tendo disputado a prefeitura de Salvador em 2012, quando foi fragorosamente derrotado, já há algum tempo Imbasshay não tem se sentido confortável no ninho tucano. Aliado ao desconforto, eis que surge a possibilidade de Imbassahy tomar o comando do PMDB da Bahia, numa articulação com o presidente Michel Temer.

Além de reestruturar o PMDB, que sofreu um baque com a prisão de Geddel Vieira Lima e o afastamento do deputado federal Lucio Vieira Lima, Imbassahy tentará se cacifar para disputar uma vaga ao Senado na chapa encabeçada pelo prefeito ACM Neto (DEM).

Peemedebistas já bateram pé, já gritaram e disse que Imbassahy é bem-vindo assim como outros nomes, mas se condicionar a entrada no partido a disputa na chapa da oposição ou comandar o partido.

O presidente estadual do PSDB, deputado federal João Gualberto não lamenta a possível saída de Imbassahy do partido. Ele ainda ironiza a articulação liderada por Michel Temer. “Ele (Imbassahy) deve herdar a popularidade de Temer”.

Gualberto disse que não houve comunicado de Imbassahy a Executiva nacional e em a estadual. “Não fui informado oficialmente, mas só fica no partido quem se sente bem nele”.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.