Breaking News
recent

Almir Melo não será exonerado; novas mudanças devem ocorrer somente em 2018



Após ter anunciado uma pequena reforma administrativa, com alterações em secretarias e outros órgãos (confira aqui), o prefeito ACM Neto negou que o titular da Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), Almir Melo, seja alvo de futura exoneração. A especulação surgiu em decorrência a demissão do diretor-geral da Codesal, Gustavo Ferraz, que foi preso no último dia 8, após suas digitais serem encontradas nas malas e caixas que guardavam R$ 51 milhões encontrados em um apartamento que estava sendo usado pelo ex-ministro Geddel Vieira Lima. Assim como Ferraz, Melo é uma indicação do PMDB. “Isso nesse momento não está em avaliação. Nós fizemos uma mudança de imediato, que foi a da Codesal, com a exoneração do seu antigo diretor-geral, Gustavo Ferraz”, afirmou Neto, destacando que a escolha de Sósthenes Macedo para substituí-lo foi “pessoal”. “E eu não vou permitir que se coloque uma nuvem de suspeitas sobre nenhum dos meus colaboradores. Os secretários que têm identificação política com o PMDB continuam tendo minha confiança. É claro que, se amanhã ou depois, surgir qualquer coisa contra qualquer um – não só do PMDB, qualquer um – na gestão, essa pessoa será afastada de imediato. Mas por ora eu só posso reafirmar nos quadros que estão ao nosso lado na prefeitura”, reforçou. O prefeito sinalizou que, próximo a abril do próximo ano, podem acontecer novas mudanças, por causa da necessidade de desincompatibilização eleitoral, caso algum secretário decida ser candidato. “Porque eu mesmo vou ter que tomar uma decisão a meu respeito”. Neto também justificou a mudança na Desal  e disse que a entrada do ex-titular da Secretaria de Manutenção (Seman), Marcílio Bastos, não está relacionada a pressões do PRB. “De maneira alguma. Eu procurei justificar aqui o meu pronunciamento; a prefeitura tomou uma decisão de fortalecer a Desal, que inicialmente havia um pensamento na gestão passada, que poderia ser extinta, à medida que a empresa ganha força e musculatura, eu não conseguiria escolher um nome melhor para assumir a presidência da empresa do que o nome de Marcílio Bastos, que é uma pessoa que já mostrou conhecimento, experiência e capacidade de tocar os trabalhos que estão relacionados à Desal”, declarou, acrescentando, no entanto, que conversou com o PRB. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.