Breaking News
recent

Falta de pagamento das emendas impositivas gera divisão na base de Rui


por Bruno Luiz
Falta de pagamento das emendas impositivas gera divisão na base de Rui
Foto: Bruno Luiz/ Bahia Notícias
O imbróglio que se criou em torno da não execução das emendas impositivas dos deputados da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) precipitou uma divisão na base aliada do governador Rui Costa (PT). Publicamente, muitos parlamentares não admitem, principalmente correligionários do petista, mas, nos bastidores, os protestos quanto à indefinição do governo sobre o pagamento dos recursos - obrigatório pela Constituição da Bahia - são recorrentes. Nesta terça-feira (22), o Bahia Notícias presenciou um destes momentos. Em um dos corredores da Casa, um deputado do PT reclamava com o presidente Angelo Coronel (PSD) sobre a situação e pedia que ele intermediasse, junto ao governo do Estado, uma solução. O Executivo tem até dado sinais de que pretende resolver o problema. Nesta terça, representantes da Secretaria de Relações Institucionais (Serin) se reuniram com a base e a oposição para apresentar novas propostas de cumprimento das emendas (veja aqui). No entanto, como elas não agradaram nem a gregos e nem a troianos, o impasse não foi resolvido. De acordo com uma liderança ouvida pelo BN, alguns aliados de Rui já não acreditam mais nas promessas do governo. A última, de quitar tudo até 31 de julho, não foi cumprida. “O governo não tem mais credibilidade. Sempre que eles prometem, não cumprem”, afirmou a fonte. Ainda segundo essa liderança, a base está “em polvorosa” e desunida.  “A unidade da base aparece na frente de Rui, mas desaparece por trás dele", relatou. O receio dos parlamentares com a questão das emendas tem nome: eleições de 2018. Como os recursos destinados pelo governo vão para prefeituras indicadas pelos próprios deputados, eles têm medo de acabar perdendo o apoio de gestores, essencial para renovarem seus mandatos.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.