Breaking News
recent

Pelo menos quatro do primeiro escalão de Neto devem concorrer em 2018


 
Por Victor Pinto | Fotos: Reprodução
Além das mudanças que nortearão a reforma administrativa de Rui Costa (PT) com vistas nas baixas no primeiro escalão muito por conta das eleições de 2018, ACM Neto (DEM), como aconteceu no pleito passado, deve fazer as mesmas mudanças. Aos menos três secretários do democrata devem se licenciar para concorrer ao legislativo do próximo ano.
Taissa Gama (PTB), Claudio Tinoco (DEM), Geraldo Júnior (SD) e João Roma (PRB) são nomes ventilados nos bastidores para a concorrência.
O nome mais certo para o páreo da Câmara Federal é João Roma (PRB). O chefe de Gabinete do prefeito ACM Neto (DEM) também deverá se licenciar para participar do pleito.
Taissa, secretária para Mulheres, Infância e Juventude, com o aval do pai, deputado federal Benito Gama (PTB), deve disputar umas das 63 vagas à Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA). Em 2016, ela chegou ter 4.727 votos como candidata a vereadora e ficou na suplência.
Tinoco, por exemplo, deve retornar mais cedo para a Câmara, pois é vereador licenciado e não vai esperar o prazo de desincompatibilização, em abril do próximo ano. O democrata deve ser candidato a deputado estadual e assim deixar a secretaria da Cultura.
Geraldo, secretário de Trabalho, Esporte e Lazer, tem olhos em uma cadeira de deputado federal e já tem negociações avançadas com colegas vereadores que tentarão vaga na ALBA e assim fazer a famosa casadinha.
Além dos membros do primeiro escalão, no segundo um nome que deve se desincompatibilizar é o vereador licenciado Alberto Braga (PSC) na chefia da Companhia de Governança Eletrônica de Salvador. Há negociações com o deputado estadual Heber Santana (PSC) para que Braga também concorra a uma cadeira na ALBA.
As saídas de Tinoco, Braga e Geraldo nos cargos de confiança no Executivo soteropolitano promoverão baixas na Câmara de Salvador, pois eles não são obrigados a se licenciar do mandato eletivo para concorrer uma eleição.  Respectivamente voltariam à suplência Vado Malassombrado (DEM), Ricardo Almeida (PSC) e J. Carlos Filho (SD). 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.