Breaking News
recent

Citrus: vereador de Ilhéus tenta mais uma vez alvará de soltura e Justiça nega


 
Por Aparecido Silva
Preso desde março na operação Citrus, que investiga um esquema de fraudes em licitações no município de Ilhéus, no sul baiano, o vereador e ex-secretário municipal de Desenvolvimento Social Jamil Ocké teve mais um pedido de soltura negado pela Justiça.
Após ter o habeas corpus negado na 1ª Vara Criminal de Ilhéus, o vereador recorreu ao Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), mas teve o pleito novamente negado, desta vez pelo desembargador relator Abelardo Paulo da Matta Neto, integrante da Primeira Câmara Criminal da Segunda Turma da Corte.
 
A defesa do legislador tentou argumentar ele está "ilegitimamente recluso" depois que foi preso na operação deflagrada pelo Ministério Público. Ocké e outros suspeitos foram presos temporáriamente no dia 21 de março, tiveram a detenção prorrogada e posteriormente convertida em preventiva. Os defensores do vereador afirmam que não há "qualquer indício de autoria do paciente na empreitada criminosa".
O magistrado relator do caso no TJ-BA não acatou os argumentos e decidiu pela manutenção da prisão em despacho do último dia 21. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.