Breaking News
recent

Caciques do DEM evitam falar sobre não apoio do partido ao PSDB, evocado por Maia

Quinta, 27 de Julho de 2017 - 00:00


por Júlia Vigné
Caciques do DEM evitam falar sobre não apoio do partido ao PSDB, evocado por Maia
Agripino Maia e Aleluia | Montagem: Bahia Notícias
O presidente do Democratas, senador José Agripino Maia (RN) e o deputado federal José Carlos Aleluia (BA), presidente estadual do partido na Bahia, se esquivam de comentar a afirmação dada pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de que o DEM não tem condições de apoiar o PSDB para presidente nas eleições de 2018 (veja aqui). Escorregadios, os parlamentares afirmam ser “cedo demais” para realizar tais afirmações. O presidente do partido nacionalmente, senador Agripino, afirmou que não soube da declaração de Rodrigo Maia e que “ainda está muito longe de 2018”. “Ainda não tem nada, não tem isso”, disse. Rodrigo Maia é o sucessor imediato do presidente Michel Temer. Caso o peemedebista saia da presidência da República, por meio da aprovação da denúncia e decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), quem assume o cargo é Maia, que já estaria realizando articulações com partidos da base. Aleluia sustentou que o partido tem pretensões de ter candidato nas eleições presidenciais. “Não é hora de ter essa decisão. O DEM precisa de um projeto próprio. Temos vários nomes, eles também. Vamos esperar”, desconversou. A afirmação de Maia foi dada em entrevista ao site Poder360. Maia comentou que o Democratas não teria condições de apoiar os tucanos. A declaração foi dada após Maia ter se reunido com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB). Para o presidente da Câmara, primeiro o DEM deve se organizar internamente com foco em eleger os governadores. O parlamentar ainda afirmou que nota uma postura de imposição do PSDB sobre o DEM nas questões de apoio em eleições presidenciais, tese que os parlamentares não quiseram comentar.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.