Breaking News
recent

ACM Neto e ministro das Cidades assinam financiamento da segunda etapa do BRT

Aconteceu na manhã desta segunda-feira (31), no Hotel Sheraton, a assinatura do contrato de financiamento da segunda etapa do BRT (Bus Rapid Transport) pelo prefeito ACM Neto (DEM) e o ministro das Cidades, Bruno Araújo. O evento também contou com o secretário de Mobilidade, Fábio Mota, representantes da Caixa Econômica e dos Correios.
O projeto para esse segundo trecho terá investimento, segundo dados divulgados pela prefeitura, de R$ 412 milhões, sendo R$ 300 milhões do Orçamento Geral da União, repassados pelo Ministério das Cidades, e R$ 112 milhões do Programa de Financiamento das Contrapartidas do Programa de Aceleração do Crescimento (CPAC), via Caixa Econômica Federal. Serão construídas seis estações: Vasco da Gama, Ogunjá, HGE, Rio Vermelho, Pedrinhas e Cidade Jardim, além da implantação de viadutos na Avenida Garibaldi e elevados paralelos nas Pedrinhas e Cidade Jardim.
Durante a cerimônia, Neto voltou a alfinetar gestão da ex-presidente Dilma Rousseff. “Quando firmamos o contrato para transferir o metrô, veio o compromisso da presidente da República de ajudar no BRT. Mas passei quase 3,5 anos para financiar esse projeto. Era muita conversa, muita reunião. As coisas não se materializaram. Foi quando Michel Temer chegou ao governo federal que as coisas andaram”, disse, aproveitando para alfinetar o governo do Estado. Neto disse que, ao contrário do governador Rui Costa, ele faz questão de enfatizar a participação do governo federal no do BRT e do metrô, que também foi viabilizado pela gestão municipal. “O metrô não existiria se não fosse pelo compromisso do governo federal, prefeitura e governo do Estado. Eu poderia omitir, mas não vou cometer o mesmo erro que eles”, disparou.
No entanto, um vídeo publicitário exibido no momento para apresentar o sistema do metrô traz apenas a marca do governo federal, sem qualquer menção à gestão estadual. Ainda na ocasião, houve o lançamento do selo da Série Mercosul, dos Correios, que estampa uma foto do metrô de Salvador. O governo do Estado não enviou representantes.
Trecho 1 – De acordo com o secretário Fábio Mota, o primeiro trecho do BRT está em fase final de licitação, e a ordem de serviço deve ser assinada até o final de agosto. Com extensão de 2,9km e investimento previsto de R$377 milhões, o trecho vai do Parque da Cidade até a estação de integração com o metrô, no Iguatemi.
Com a conclusão da primeira etapa, com obras que devem durar 28 meses após a assinatura do contrato com a empresa ou consórcio que vencer a licitação, os corredores exclusivos serão ocupados inicialmente por ônibus comuns. Na Vasco da Gama, vias de ônibus convencionais serão aproveitadas e adaptadas ao novo sistema.
Ainda segundo a prefeitura, os ônibus do BRT serão do tipo articulados, com capacidade nominal para 170 passageiros, comprimento máximo de 23m e operando em velocidade comercial de 25 a 40 km/h. A expectativa é atender 31 mil passageiros por hora em horário de pico em horizonte até 2044.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.