Breaking News
recent

Propina para caciques do PP baiano era repassada para pessoas próximas


A Polícia Federal identificou depósitos suspeitos na conta conjunta mantida pelo ex-ministro e conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Mário Negromonte e pelo filho Mário Negromonte Júnior  (PP). 
Segundo informações da coluna Satélite, do jornal Correio, os dados foram localizados após buscas em endereços de pessoas próximas aos caciques do PP baiano em Salvador e Brasília. 
A PF rastreou as contas de Tiago Cavalcanti, sobrinho da mulher de Negromonte, e de Hugo Hareng Quirino, assessor de Negromonte Júnior, e detectou mais de 300 transações bancárias entre 2006 e 2014 com montante incompatível com a renda dos alvos. Os investigadores apontaram que ambos movimentaram durante estes anos um total de R$ 850 mil.
De acordo com delatores da Lava Jato, ambos eram responsáveis por receber repasses em dinheiro do doleiro Alberto Youssef.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.