Breaking News
recent

Delações de João Santana e Mônica Moura geram 21 providências do ministro Fachin

O ministro Luiz Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, determinou 21 providências a partir das delações premiadas dos marqueteiros João Santana e Mônica Moura.
As delações do casal não geraram nenhum novo inquérito – todas as informações foram juntadas a inquéritos em andamento ou enviadas para outras instâncias da Justiça.
Nesta quinta-feira, Fachin determinou a retirada do sigilo das delações premiadas do casal. Os dois são investigados por indícios de terem recebido dinheiro de caixa 2 por trabalhos em campanhas eleitorais. O ministro também retirou o sigilo da delação de André Luis Reis Santana, funcionário do casal.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.