Breaking News
recent

Aliado de Rui, Coronel diz que governo não dispensa “devido respeito” à AL-BA


O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Ângelo Coronel (PSD), reclamou nesta quinta-feira (4) sobre o tratamento que o governo estadual dispensa aos aliados e se disse frustrado com a pouca efetividade do corpo administrativo do Executivo em responder às demandas que ele e outros parlamentares apresentam.
“Se você fica com a base folgada, perde o respeito, mas se a base está apertada, fica mais respeitada. Não temos o devido respeito do governo. Pelo que fazemos, não temos retorno. É secretário que não retorna ligação, não dá resultado”, listou, durante entrevista ao programa Se Liga Bocão, na Itapoan FM.
Questionado sobre a habilidade de Josias Gomes na interlocução entre a governadoria e a Casa, Coronel suavizou. “Ele tenta fazer o possível. Não sei se o problema é na secretaria de Relações Institucionais ou dentro do governo. A gente liga para os secretários e passa cinco, seis horas para eles responderem, aí você fica sem valor”.
Ângelo Coronel afirmou que é este cenário que o motivou a tomar a decisão de encerrar neste mandado sua atividade legislativa na Bahia. “Vou jogar a toalha, estou desanimado, desestimulado com a vida pública, você não poder atender as demandas, eu fico frustrado”.
O fim da jornada na AL-BA pode ser um indicativo da jornada para chapa majoritária em 2018. “Majoritária é destino, não pode marcar hora que vai acontecer”, desconversou.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.